Seguidores

sábado, 25 de maio de 2013

Senador Magno Malta (PR/ES) começou a semana, em pronunciamento, em plenário, afirmando que os menores continuam assassinando com requintes de crueldade e as autoridades estão viajando na maionese





O bárbaro assassinato da dentista Cinthia Moutinho, ocorrido no interior do consultório, na semana passada, em São Bernardo do Campo, por criminosos juvenis, foi pauta do senador Magno Malta que chamou atenção das autoridades para as estatísticas que estão superadas por uma triste realidade. “O Brasil ficou chocado com tamanha maldade dos covardes assassinos  que derramaram álcool sobre o corpo da vítima e atearam fogo friamente”, disse o senador que defende a redução da maioridade penal sem limite de idade para crimes hediondos.
Magno Malta explicou que “o afastamento do convívio social deve ser o proporcional ao ato criminoso praticado, onde o direito das vítimas e de seus familiares enlutados deve estar à frente dos direitos humanos dos criminosos. Uma lei penal frouxa estimula o crime e a banalidade dos assassinatos violentos praticados por delinquentes juvenis exige uma lei penal dura e realista. As autoridades estão viajando na maionese”, reforçou Magno Malta.

Ao mesmo tempo em que setores do governo, inclusive a Presidência da República, não aceitam a redução da maioridade penal, pesquisas revelam que mais de 95% da população querem o fim dos benefícios do Estatuto da Criança e do Adolescente e clamam pela redução penal. No fim de semana, a Avenida Paulista recebeu uma manifestação em favor de penas mais rígidas para menores que cometem crimes. O protesto foi organizado pela mãe de Victor Hugo Depmann, assassinado no bairro do Belém por um jovem que estava prestes a completar 18 anos.

Ao usar o microfone do plenário do Senado na tarde desta segunda-feira, Magno Malta, pioneiro na luta pela redução penal no Brasil, solidarizou-se com a família da dentista Cinthia Moutinho e pediu para as autoridades acordarem para esta triste realidade que vem avassalando cada vez mais pelo país.  Confira no link abaixo.


 Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário